NOTÍCIAS

Esclarecido! Lemos tudo e descobrimos o que diziam os contratos de Gusttavo Lima e Alexandre Pires

09 / janeiro / 2019

Muito se questionou sobre quem era o verdadeiro contratante no show da ‘discórdia’ em Santa Catarina, no último fim de semana, que originou em uma troca de acusações entre Alexandre Pires e Gusttavo Lima. A coluna agora explica: haviam dois contratos.

Um dos contratos era entre a casa de shows e o cantor Gusttavo Lima, que assinaram um documento de risco, ou seja, Gusttavo não receberia cachê, e sim, dividiria o valor arrecadado na bilheteria, sendo ele um dos responsáveis também por arcar com os lucros e despesas do evento.

Em um outro contrato, firmado com Alexandre Pires e a casa, o cachê era fechado, sem riscos. Ele receberia um valor acertado e fechado por seu show.

Sendo assim, na teoria, Gusttavo, responsável também pelas despesas do evento, teria que pagar parte do cachê de Alexandre sim, como mostra a cláusula décima quarta do contrato assinado por Gusttavo com a casa.

Em nota, a assessoria de Alexandre Pires explica: “O único contrato que o Alexandre Pires sabia, e que tinha ciência e assinatura do empresário Aldo, é o com a casa de shows. Ele, em nenhum momento, soube detalhes do contrato de Gustavo com a casa. É natural que o escritório trabalhe com um contrato só”.

Já a assessoria de Gusttavo Lima reafirma em nota: “Desde o segundo semestre de 2018, o projeto Buteco, idealizado pelo cantor Gusttavo Lima, tem recebido artistas em diversas edições por todo o Brasil. No contrato referente ao show do último dia 05/01, na Arena Petry (São José, SC), está descrito que Gusttavo fez bilheteria com a casa (ou seja, 50% do valor dos ingressos era dele – 50% casa/contratante). Já Alexandre, foi contratado por cachê por uma das empresas que estava parceira neste evento. Tendo em vista esse cenário, o cantor Gusttavo Lima pagou, ainda que de forma (in)direta os 50% do cachê de Alexandre Pires, já que o valor foi descontado do ‘borderô’ dele (Gusttavo) – conforme específica o contrato entre Gusttavo Lima x contratantes. A questão é que ambos os contratos (tanto do Gusttavo Lima quanto do Alexandre Pires) foram feitos pela empresa intermediária. No de Gusttavo está descrito que 50% do cachê e despesas do Alexandre seriam responsabilidade do Gusttavo Lima”.

Veja a imagem do contrato que mostra responsabilidade de Gusttavo na ‘despesa’ do cachê de Alexandre Pires:

Cláusula do contrato de Gusttavo Lima em show com Alexandre Pires – Reprodução

Fonte: Leo Dias