NOTÍCIAS

Empresário de Gino e Geno pede R$ 9,1 milhões de indenização de antigo Geno

31 / janeiro / 2019

A mudança de rumos da dupla Gino e Geno foi parar na Justiça. O empresário da dupla, Wagner Tadeu de Paula, entrou nesta semana com pedido de indenização de R$ 9,1 milhões contra o antigo Geno, o cantor Geraldo Alves dos Santos. Wagner alega que após a saída do músico da dupla e a não autorização do uso do nome artístico “Geno”, ele sofrerá com dados morais e materiais por conta de mais de 100 shows já marcados até o final deste ano.

O processo será analisado pelo Tirbunal de Justiça da 3ª Vara Cível de Divinópolis (MG). “Eu trabalho com a dupla Gino e Geno há 20 anos. Não dá para o Geno dizer que não vai cantar mais. E a relação que construímos juntos? E as famílias, os shows marcados, os funcionários?”, afirmou Wagner ao portal UOL. No começo de janeiro, o antigo Geno anunciou sua aposentadoria da dupla, dizendo que queria descansar. Poucos dias depois, Gino (Sebastião Ribeiro) anunciou o “novo Geno”: Mauro Avante.

Fonte: Conceito Sertanejo